quarta-feira, 29 de julho de 2009

Mais da metade dos deputados faltam a 25% das reuniões de comissões!

Trezentos e sessenta e sete deputados federais, entre os 513 da Câmara, faltaram a mais de 25% das reuniões de comissões temáticas desde fevereiro do ano passado, quando teve início a atual legislatura, apontaram dados da ONG Transparência Brasil divulgados nesta quarta-feira.
Segundo o levantamento do projeto Excelências os 10 deputados que mais faltaram às sessões temáticas são: Jader Barbalho (PMDB-PA), Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), Alberto Silva (PMDB-PI), Rodrigo Maia (DEM-RJ), Enio Bacci (PDT-RS), Vadão Gomes (PP-SP), Olavo Calheiros (PMDB-AL), Clóvis Fecury (DEM-MA), Marcos Antônio (PRB-PE) e Jovair Arantes (PTB-GO).
Jader, ex-presidente do Senado, faltou a 100% das reuniões de comissões temáticas em seu mandato, diz a ONG. Presidente do DEM, Rodrigo Maia ficou em quarto lugar na lista, com 87% de faltas.
A ONG atualizou os dados até 26 de julho deste ano e considerou como faltas tanto as ausências justificadas como as não justificadas).
A bancada mais faltosa, levando-se em conta as treze maiores legendas da Câmara, é a do PDT. Entre os os quatro maiores partidos da Casa (DEM, PMDB, PSDB e PT, com mais de cinqüenta parlamentares cada um), os mais ausentes são os peemedebistas, segundo a Transparência Brasil.
Jader faltou a todas as reuniões de comissões desde 2007, diz ONG
A bancada estadual mais faltosa na Câmara é a do Rio Grande do Norte, diz a pesquisa. A média de ausência dos seus deputados é de 50%. Pará (48), Maranhão (46), Pernambuco, Roraima (45), Alagoas, Piauí (44), Goiás e Rio Grande do Sul (42) completam a lista.
As comissões servem para elaborar leis e acompanhar as ações administrativas. Elas também promovem debates e discussões com a participação da sociedade em geral, sobre todos os temas ou assuntos de seu interesse.
Nas comissões são apresentados dados, antecedentes, circunstâncias e conveniência de um projeto. Depois dos debates, forma-se um consenso que é emitido na forma de parecer e, mais tarde, orienta o Plenário na avaliação do tema.
Há duas maneiras de uma comissão apreciar um assunto: a conclusiva, quando os projetos passam somente por elas, que têm o poder de aprová-los ou rejeitá-los, sem ouvir o Plenário, e a realizada pelo Plenário, quando este é quem dá a palavra final sobre o projeto.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Vinho tinto aumenta desejo sexual da mulher!

A libido aparece com força depois de uma taça da bebida!

O poder afrodisíaco do vinho tinto pode ser comprovado depois de uma nova pesquisa realizada pela Universidade de Florença (Itália), que indica que a bebida serve como ativador do desejo sexual feminino.
O estudo aconteceu com cerca de 800 mulheres que responderam questões ligadas ao consumo do vinho e a rotina sexual. De acordo com os pesquisadores, as mulheres responderam 19 perguntas ligadas a sexualidade e todas foram analisadas como sexualmente saudáveis.
O resultado mostrou que aquelas que consomem uma ou duas taças da bebida por dia, apresentam um desejo sexual muito maior que aquelas que não consomem nenhuma dose de vinho tinto, de acordo com as respostas do questionário.
Porém, os cientistas afirmam que a qualidade do sexo e a quantidade de orgasmos não apresentaram mudança significativa, mostrando que a bebida influencia somente o desejo da mulher e não os resultados na hora do sexo.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Coragem é isto, o resto é bobagem !!!‏

Se vocês pensam que o Massa, o Alonso e o Hamilton são corajosos,
vocês não conhecem o Totó !

Se vocês pensam que a Jihad Islâmica, O Hezbolah e o Hamas são corajosos,
vocês não conhecem o Totó!

Se vocês acham que o Valentino Rossi, o Edmundo Animal e o George Foreman são corajosos, vocês não conhecem o Totó !

Se vocês imaginam que os policiais do BOPE, Napoleão Bonaparte e a 7ª Cavalaria são corajosos, não viram nada. Vocês não conhecem o Totó!

E se vocês consideram o Gêngis Kahn, Alexandre o Grande e Obama homens corajosos, merecem conhecer o Totó!

Isso é que é coragem!!!!

Com vocês............

o Totóóóó!!!!!!!!!!


Queda na venda de café faz Starbucks se render a vinho e cerveja

A marca Starbucks é sinônimo de café para muitos americanos, mas a cadeia de cafeterias quer ser também o centro da vida noturna e planeja abrir lojas onde será possível tomar bebidas alcoólicas e ouvir música ao vivo.
A Starbucks inaugurará amanhã uma nova loja em Seattle, cidade onde nasceu a marca, que venderá pela primeira vez vinho e cerveja junto aos já tradicionais cafés.
O local se chamará 15th Avenue, em referência a uma rua próxima, embora com o subtítulo de "inspirado por Starbucks", em letras pequenas.
O estabelecimento permanecerá aberto até a noite e também oferecerá espetáculos de música ao vivo e leitura de poesia.
A ideia é criar um ambiente de "bar de bairro", um tipo de local em que, como ironizam alguns, os EUA eram ricos antes de a Starbucks encher de cafeterias o centro das principais cidades.
"Vamos estar tão orgulhosos de nosso vinho e nossa cerveja como estamos de nosso café", disse à imprensa americana Major Cohen, gerente de produto da Starbucks.
A primeira loja será para a companhia um projeto piloto, que terá unidades iguais em outras cidades e países caso tenha sucesso.
Com sua entrada no mercado do álcool e da cerveja, a Starbucks dá um importante passo para diversificar seu negócio, afetado pela crise e a entrada de novos concorrentes, como o McDonald's, que agora também vende café de qualidade.
A cadeia foi uma das empresas do setor mais afetadas pela crise. Com preços relativamente altos em suas lojas, muitos clientes deixaram de frequentar a Starbucks para tomar café em casa.
A companhia foi vítima também de uma expansão excessiva. Conta com 16 mil estabelecimentos no mundo todo, 11 mil deles apenas nos EUA.
A Starbucks, fundada em 1971, divulgou que seu faturamento no trimestre, que fechou em 28 de junho, caiu 6,6% em relação a 2008, para US$ 2,403 bilhões.